A psicanálise lida com a singularidade dos sujeitos que a procuram para responder sua próprias questões. É um tratamento pela palavra em que se aposta na potência do dizer para desfazer a mal-di(c)ção dos seres falantes. Falando de outro modo, trata-se na análise de desfazer pelas palavras o que foi feito através delas.

O analista escuta o analisante e interpreta seu discurso abrindo, por assim dizer, a dimensão do saber inconsciente. Contando com seu próprio inconsciente, o analisante pode situar-se de maneira diferente em relação a sua história de vida, implicando-se em seu discurso e reconhecendo sua responsabilidade pelo que faz ou deixa de fazer.

Geralmente, as sessões são semanais com duração de 50 minutos. Como cada caso é um caso, a frequência de sessões pode variar de um paciente para o outro e a duração da sessão também pode oscilar, afinal, além do tempo cronológico, trabalho com o tempo lógico, onde uma descoberta feita pelo analisante pode encerrar a sessão.

O valor da sessão é combinado pessoalmente com o candidato a analisante.

A análise destina-se a todos aqueles que sofrem e desejam saber a respeito de seu sofrimento para viverem melhor.