Psicanálise

O que é a análise?

Psicanálise é a possibilidade dos sujeitos de falarem a respeito do que lhes atormenta para alguém preparado para escutá-los.

‘Mas é isso… Eu falo e o psicólogo escuta?’, pode perguntar algum marinheiro de primeira viagem nas ‘águas’ da psicoterapia.

Uma recomendação, portanto, se faz necessária aos futuros navegantes: não subestime os efeitos que a escuta diferenciada de um psicanalista pode produzir.

Muitos sujeitos podem fazer de maneira similar aos marujos que acompanhavam Ulísses no retorno a Ítaca: como se estivessem com os ouvidos tapados, cheios de cera, não escutam nem o canto das sereias nem as próprias palavras que dizem.

Aqueles que conseguem suportar as eventuais tormentas e respectivos enjoos durante o trajeto psicanalítico, acostumam o ouvido interno. Tornam-se capazes de escutarem a si mesmos e diminuem a possibilidade de ficarem tontos com as ondulações do mar no navio (ou com as oscilações da existência que afetam o corpo).

Com o equilíbrio adquirido podem sair do labirinto, numa reorientação fundamental do prumo: no lugar de velejar ao sabor do vento, tomar o leme nas mãos e rumar em direção ao próprio desejo até ancorar em algum porto.

Pode soar como um misterioso bordão publicitário: somente quem mergulha em sua própria análise sabe dizer como é.

Todos a bordo?